O profissional que as empresas querem

Levantamento mostra o que as melhores companhias buscam na hora de contratar. Prepare-se!

Quão bom seria se tivéssemos uma idéia melhor do que as empresas procuram quando pretendem contratar alguém? Seria ótimo, não? Poderíamos trabalhar melhor nosso perfil, de modo que pudesse estar mais alinhado ao que as melhores empresas buscam. Coisa que, sem dúvida, melhoraria em muito nossas chances de recolocação no mercado de trabalho.

Aliás, essa é uma grande reclamação da maioria das pessoas que participam de processos seletivos. Feedback é algo raro quando não se é a pessoa ecolhida para a vaga. Isso deixa o candidato cego, tentando adivinhar por que foi preterido. Seria falta de indicação? má apresentação? curriculo mal-escrito? todas essas dúvidas em nada contribuem para que o candidato melhore seu perfil. Por isso da importância de pesquisas desse tipo. É a voz da empresas, dizendo com mais clareza, além da descrição da vaga, o que procura num profissional.

A VOCÊ S/A, como de praxe em relação a maioria dos trabalhos que cria, fez um levantamento excelente, o qual apresenta as características mais desejadas pelas melhores empresas classificadas pela revista. São 30 entre as melhores empresas para se trabalhar. E o melhor é que são empresas que estão contratando bastante neste ano, com grandes planos de expansão para os próximos.

Com essas informações, certamente seu trabalho ficará um pouco mesno complicado no planejamento de mudança em sua carreira profissional.

HABILIDADES COMPORTAMENTAIS

Quais são as 5 principais competências que sua empresa busca ou vai buscar nos jovens profissionais?

CAPACITAÇÃO
Quais são os principais aspectos que um jovem profissional precisa ter para trabalhar na sua empresa?

Fonte: Você S/A

3 comentários em “O profissional que as empresas querem

  1. Seria muito bom se os profissionais corressem atrás destas qualificações enquanto possível e, realmente fossem escolhidos pelo seu perfil e currículo.
    Mas, o que realmente acontece, é uma porcentagem muito baixa de trabalhadores escolhidos por suas experiências, competência e aperfeiçoamento pois, grande parte do mercado absorve seu funcionário pelo conhecido Q. I. , você não acha?

    1. Concordo plenamente contigo, tenho experimentado isto há mais de 10 anos, e dos dois lados. Tanto como candidato como também como contratante, e no fim das contas as referências ou “Q.I.” acabam pesando muito mais que o conjunto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s